MINHAS DICAS; COMO PARAR DE ROER AS UNHAS

RESENHAS E TUTORIAIS DE COMO COMPRAR PRODUTOS DA CHINA

RESENHAS DE PRODUTOS & TUTORIAIS DE MAQUIAGEM
Mostrando postagens com marcador vida. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador vida. Mostrar todas as postagens

Como lidar com as expectativas das pessoas

Como lidar com as expectativas das pessoas?  Como manter relações saudáveis e amigáveis com as pessoas que criam idealizações a nosso respeito. Isso é um dos maiores problemas, que a grande maioria das pessoas comete.



As pessoas ficam o tempo todo imaginando uma situação, criam qualidades na cabeça. E quando a gente não corresponde as imaginações, adivinha? Ficam frustradas, e muitas vezes até bravas. Mas como lidar com essa questão, se precisamos manter as relações com as pessoas? Isso é uma paradoxo...


Dizem que aquele tipo de relação onde a pessoa "se apaixona" pela outro a primeira vista, sente uma grande admiração, sem ao menos conhecer a pessoa a tempo suficiente, são as piores... Porque quanto mais elas criam um conjunto de adjetivos... Mais difícil fica de suprir tudo isso.

Um dos problemas mais irônicos, é que as pessoas amam idealizar os outros. Mas não se idealizam, a si próprias. Elas geralmente não tem nem o mínimo básico de autoconhecimento, pra saber seus próprios defeitos e qualidades. São cegas, e só refletem suas expectativas nos outros.

Logicamente que quando gostamos de alguém, vamos pensar coisas boas e naturalmente idealizar coisinhas na cabeça. Até aí tudo bem. Desde que guarde pra você seus pensamentos e não cobre da pessoa, quando ela não for o que você achava, que ela deveria ser.




O que geralmente acontece, é que as pessoas ficam bravas, frustradas conosco e brigam, criticam.

Isso não deveria acontecer!

Se você realmente respeita e gosta de uma pessoa. Tem que aceitar ela, e entender que todos temos limites e defeitos. E principalmente que os princípios da pessoa, não serão os mesmos que os seus.

Quando a gente cria expectativas e se decepciona

Não quer se decepcionar? Simples, não permita que o "erro" te atinja. Vou dar um exemplo fácil;

Você conheceu uma amiga nova, e ela é super simpática e comunicativa, bem humorada... Então, você está com alguns problemas e resolve desabafar com essa amiga. Mas de repente do dia seguinte, todos os outros no circulo de convivência, sabem dos seus problemas também. Porque a sua amiga (que você mal conhecia) tem inserido na personalidade a fofoca.

Não adianta dizer que ela foi maldosa, e que você confiou seus segredinhos, porque eram amigas, mesmo que a pouco tempo... Se ela falou, foi culpa sua de ter confiado! Você fez isso, você contou.

É preciso conhecer as pessoas, ser esperta e compreender que em uma relação ambos tem sua culpa.

Quando a cobrança te sufoca

O que fazer quando a cobrança acaba te incomodando e estressando?

Simples, quando a pessoa estiver te cobrando algo, converse com ela. Fale seu ponto de vista, e sempre diga a verdade sobre o que pensa. Porque não adianta concordar com a pessoa só para acabar com a discussão e deixar pra lá. Essas atitudes tendem a levar o problema pra frente, porque lembre-se, tudo que você falar, uma hora ou outra, a pessoa vai te cobrar, e dessa vez, ela terá razão.
Porque nós não somos responsáveis pelos pensamentos e paranóias alheias. Mas somos totalmente responsáveis por aquilo que falamos!

A verdade é que as pessoas só te cobram coisas que você por algum motivo (seja não querer fazer e empurrar com a barriga, ou só desinteresse); você permite que cobre. Sim, você tem parte nisso.

Não deixe as coisas se prolongarem, se a pessoa fez alguma cobrança, ou algum tipo de drama, chantagem emocional e etc..., você precisa explicar a real. Falar pra pessoa a situação!

Saiba que você só é responsável pelo que faz, e pelo que fala. Então tenha cuidado, mas fale o que tem que ser dito!

Dicas simples de como lidar com cobranças e expectativas alheias;


  • Ouça tudo que a pessoa falar, com atenção;
  • Não responda nada na hora (de cabeça quente, ou sem pensar bem);
  • Pense muito em tudo que a pessoa fala, tenha empatia, e saiba entender;
  • Depois de pensar, converse com a pessoa e fale o seu ponto de vista;
  • Independente do que for falar, seja positivo ou negativo, com a pessoa. Cuide bem a forma com que fala. Lembre-se que o tom da voz pode mudar completamente a compreensão.
  • Se a cobrança/reclamação é algo que você queira/possa mudar, explique e combine novas formas, mudanças, e peça apoio da pessoa que te ajude e incentive a mudar; (isso vai fazer com que a pessoa saiba que se importa e que quer realmente melhorar);
  • Caso o motivo da cobrança/reclamação seja algo que você não queira/possa mudar (como uma outra amizade que a pessoa não aprove/ou seu estilo de vida/alimentação/músicas...) você tem que ser sincero e direto, fale a verdade, que não quer e não vai mudar (isso pode parecer loucura, mas na verdade vai resolver. Porque a pessoa vai entender. E vai aprender a lidar com isso).

O que fazer com pessoas dramáticas que se fazem de vítimas?

Tá aí um ponto complicado. Geralmente esse tipo de pessoa faz com que o outro se sinta culpado, por pensar/agir diferente do que ela quer. Então a forma de resolver é praticamente igual. Mas com algumas estratégias extra;


Saiba que se deixar é pior, se reclamar a pessoa pode sumir. Então mantenha a calma!
Lidar com pessoas nunca será fácil, mas a gente pode descomplicar um pouco.

Existem duas formas de lidar com pessoas dramáticas;

A primeira é básica, o reverso. Seja extremante frio. Hey, eu falei frio e não grosso/mal educado, ok? Tome cuidado com as palavras e com o tom de voz!

Diga que a pessoa está sendo dramática, e leve na esportiva, faça piadas e leve assim. Existem grandes chances da pessoa rir junto com você e parar de reclamar!

Porém caso não funcione, a segunda forma é mostrando o quanto você está no limite.
Pois é, as pessoas dramáticas sabem lidar com limite, elas sabem até onde podem ir. As vezes elas vão bem longe, mas acredite, elas sabem onde estão.

Isso porque elas estão acostumadas com um padrão, e vão se adaptando com cada pessoa.

Mas então como se livras disso?

Usando o mesmo jogo, o limite. Se você mostrar "dramaticamente" que não aguenta mais as críticas e incomodações da pessoa; ela vai mudar de atitude.

Por que as pessoas criam expectativas ?

Porque elas são muito previsíveis, querem certezas. Têm medo do que não compreendem, seja um pensamento, um comportamento. Elas querem que tudo seja como em um roteiro, que as pessoas atendam aos seus desejos e vontades. Como um capricho. Mas aí vem o mais absurdo. Sabe o que acontece quando as coisas são exatamente como "exigidas"? As pessoas enjoam, se cansam e abandonam tudo (seja uma profissão, um relacionamento amoroso, ou qualquer outra coisa).  Se tudo for exatamente como a gente "planeja" nem nós mesmos seríamos felizes. Porque a empolgação e felicidade está exatamente no imprevisível...
Independente da forma com que a pessoa vai te cobrar, toda e qualquer tipo de cobrança vem por um único motivo, o controle. As pessoas querem o tempo todo controlar o resultado da situação, querem comandar as circunstâncias. Mas isso é uma ilusão, na verdade é exatamente um erro contrário, chamado de efeito zenão.

Quando a gente sabe o que quer e vive de acordo com isso, como nossos próprios princípios e liberdade, não precisamos temer a "não correspondência de nossas expectativas".
O poder do controle é exatamente abrir mão dele e simplesmente confiar!







Errar é humano

As vezes a gente se decepciona com alguém. Ficamos tristes, com o ego ferido e acabamos errando. E ficamos presos no erro...



A verdade é que por mais que queiramos, a gente nuca sabe o que se passa pela mente das pessoas. Procuramos nos estudos comportamentais, na psicologia, nas teses e artigos...
Mas a realidade incontestável é que cada mente é um universo, e nunca saberemos o que se passa em cada um.

As pessoas fazem todos os dias coisas que não compreendemos. Tentamos ajudar, ser compreensivos. Mas não adianta! A vida é assim.

A grande questão é, não tentar entender. Apenas respeitar. Deixar que cada um pense o que quer. Faça o que quer. Porque no fim, a gente só manda no nosso próprio "universo". Na nossa própria vida.

A gente cria nossa própria realidade, nossa vida, nossas regras. Só existe uma Lei que é para qualquer cocriação; que se chama Lei da semeadura. Conhecida popularmente por; aqui se faz, aqui se paga. Que nos explica, que tudo que plantarmos iremos colher. E na minha opinião isso é ótimo, porque eu sempre busco plantar coisas boas. Na verdade só se preocupa, quem tem a própria consciência pesada.

No meio de tantas dúvidas, tanta confusão, a gente erra, e erra feio.
Eu mesma, sou uma pessoa que preso sempre pela verdade. Eu acredito na justiça! Mas pra que isso tenha fundamento eu sei que preciso fazer a minha parte. Andar no caminho da justiça. E a justiça é imparcial, então eu sei, nem sempre vou ser feliz, nem sempre as coisas corretas serão doces, ou fáceis. Mas tudo bem. Eu escolhi essa regra para reger minha vida.
Porém, algumas vezes eu deixo meus princípios de lado. Eu me precipito e acabo errado demais. Depois me arrependo, choro, me sinto culpada... Aí, me perdoo, e sigo em frente.

O importante sobre o erro, é que ele é um aprendizado. Fez, se arrependeu? Ok, nunca mais repita! Siga em frente, se perdoe, se liberte. Vá para o próximo nível, o depois.

Errar é humano, a gente só acerta depois que erra. Porque o erro é um comparativo. Sendo impossível acertar sempre. A gente erra, porque tentou acertar. E acerta, porque não tem medo de errar. 
E tem que ser assim. Não podemos ter medo de errar, é natural, acontece.

Reflita sobre o erro, os postos positivos e negativos, apenas um dia. Tire um dia para pensar... Depois, aprenda, e esqueça o assunto. Mude de foco, não desperdice sua vida pensando em assuntos passados. Sabe aqueles "assuntos mal resolvidos" não existem. É papo de gente desocupa, que fica remoendo e remoendo o mesmo assunto e não faz é nada.

Acredite em mim, pensar demais em algo, que não seja sua meta de vida, seu plano, que não tenha sentido muito importante em sua vida, é jogar tempo de vida no lixo. 

O grande problema das pessoas é errar e ficar "abraçando o erro". Se sentindo culpado demais, ou se fazendo de vítima. Pensando em mil possibilidades que poderiam ter dado certo, conjecturas... Mas o que é isso? PARAAAAA POR FAVOR! O erro é um efeito colateral, que acontece. É assim mesmo. Mas pessoas que querem ser felizes, bem sucedidas não podem ficar paradas no tempo, pensando no erro que cometeram. Aprende com ele e toca em frente...

Nunca se sobe no próximo degrau, se ficarmos agarrados no atual. Desapega! Nada aqui é nosso, nem as coisas materiais, nem as pessoas. Tudo é passageiro e rápido demais.

Quem quer ser feliz, quer realizar os sonhos, tem que aprender a olhar pra frente e aceitar que muitas vezes terá que esquecer algumas coisas, as vezes até algumas pessoas... A vida é feita de circunstâncias. E temos que aprender a se adaptar. Sempre zelando por nossos princípios, de ética e respeito. Mas é necessário deixar pra lá.

Os erros só são proveitosos, quando olhamos de frente pra eles, encaramos de verdade! Aprendemos e superamos! E quando se supera, se deixa pra trás!